quarta-feira, 20 de julho de 2011

MORADORES REAGEM NA APA IRINEU SERRA


Moradores abriram uma vala na estrada da Área de Proteção Ambiental (APA) Raimundo Irineu Serra para impedir a passagem de caminhões carregados de madeira e gado.

Nos últimos dias, os caminhões danificaram a rede de telefone e causaram incêndio florestal ao derrubar a rede elétrica pela segunda vez.

Apesar dos apelos dos moradores, não existe qualquer tipo de controle ou fiscalização por parte do poder público.

A estrada está bastante danificada, pois não foi projetada para suportar caminhões tão pesados.

Nesta época de estiagem, fazendeiros e madeireiros se encarregam da terraplanagem de um ramal de barro que dá acesso ao asfalto, por onde transportam gado e madeira oriundos dos municípios de Porto Acre e Sena Madureira.

Os moradores, que querem o fechamento do ramal, prometem alargar a vala.

17 comentários:

Nilton disse...

APP - Área de Proteção Permanente

Nilton disse...

Ainda assim me enganei: APP - Área de Preservação Permanente.

joao disse...

...até que enfim os moradores resolveram fazer alguma coisa em seu favor, a ficar esperando esse governo empatar seus patrocinadores... Se não for assim, como será (a autodefesa)?

eliomar m. disse...

O que tem que ser feito é o poder público ser mais enérgico e menos politico, até por que essa estrada se asfaltada seria muito melhor para toda a população. E o que não se pode é não fazer essa estrada somente por causa dessa tal APA. E por que meia dúzia não querem os carros passando por ela asfaltada, e que asfatem e coloquem fiscalização para impedir os caminhões de carga pessada passem por essa porcaria de estrada.

Roberto Feres disse...

Vála-me Deus!!!

. disse...

E o progresso no Acre sempre tem que ser preterido por qualquer outra coisa, chega de coisas pequenas, devemos pensar grande, se o problema é a tal APA, revoguem a lei que transformou esta area em APA e pronto.

Andarilho disse...

Por mim era para ser barrada essa estrada. Só serve para transportar madeira ilegalmente e gado, além dos bandidos, como rota de fuga.
Tem-se que manter interditada mesmo.
Temos que preservar as poucas areas de floresta que temo perto da cidade.
Essa região tem toda uma história de religiosidade e preservação.
Espero não ter falado alguma besteira, Altino! ;)

cplauto disse...

Existe dicotomia e hipocrisia.

Mariana disse...

A "tal da APA", como dizem alguns, integra um cinturão verde na cidade, ligada inclusive a outras APAs. Com o crescimento da cidade, com certeza estas áreas serão fundamentais para proteção de fontes d´água e de remanescentes florestais. Por que a estrada não contorna a APA? Existe este projeto, que técnicos do governo e outros interessados tendem a afirmar ser um projeto economicamente mais caro. Tudo é uma questão de prioridade.
Vida longa a APA!

Marcel Marques disse...

Ah como são felizes e despreocupados os ignorantes, pra estes, tudo é fácil.

Parabéns a comunidade do Alto Santo, bela ação empreitada.

@eutogorda disse...

as leis da floresta só servem para os pequenos, os peixes grandes conseguem milhares de caminhões lotados de madeira, a fiscalização faz vista grossa para os grandes latifundiários e donos de madeireiras, agora um pequeno agricultor que tira de lá o sustento, multas de milhares de reais... Agora esperar pra ver o que acontece... ou ah deixa pra lá, eles tão do lado deles, mais um grupo beneficiado! TRISTE FIM!

Thiago Silva disse...

clap clap clap []

Matthew disse...

Saúdo as ações dos moradores da vila. Acho absurdo contemplar o asfaltamento desse trecho da estrada Irineu Serra para servir principalmente aos interesses de empresas que vivem de derrubar a floresta.

Fátima Almeida disse...

No voo da TAM ontem - uma conexão Brasília/Rio Branco, tinha uma ruma de boiadeiros,de cardeais a peões. O assunto deles, claro, era boi e pasto, estrada e todo esse universo sorocabano. Tive a nítida sensação de que o Acre foi tomado de assalto por toda essa gente de forma irreversível. Ambientalistas honestos no Acre são sofredores. como todos os acrianos que ainda têm vergonha na cara. A filha do Edgard de Deus - o homem do meio ambiente dos irmãos Vianna - foi nomeada para Usina de Artes por causa dos seus lindos olhos. Afinal, nem de longe ela tem a experiência e a competência da Clarice Baptista, nem em sonhos. Mas, os olhos da Mariama são muito mais lindos, no entanto, o Governo preferiu os olhos do Rosas cuja boca deve ser um cadeado. Observar tudo isso nos da habilidade para transitar com desembaraço por Las Vegas. Melhor mesmo é não ler mais nada, não saber mais de nada, pois parecemos uns papagaios idiotas nos repetindo, nos repetindo...

ISAAC RONALTTI disse...

Pois bem meus caros, estamos a assistir "Paulistas - Parte II: o retorno"...é, parece que Marx estava errado, pois a história aparenta estar se repetindo. Será como uma farsa? Será como teatro? rsrsrsrsrrsrr

joao disse...

Deixar pra lá é exatamente como eles desejam, Fátima. O problema de certas criticas é limitar-se a elas, tão-só. Penso que fechar, por conta própria estradas, é sair da esperança e entrar na práxis (falo de Marx). Por que não seguimos os seringueiros da década de 70 com seus empates, ao invés de ficarmos num voluntarimos individual como se as palavras e os bons textos mudassem, por si só,as realidades?

Fátima Almeida disse...

Fechar a estrada é só o começo, João. O alto Santo é patrimônio cultural e ambiental, é uma APA e se o é, é por decreto. De maneira que o Estado determina a proteção da área mas o governo não cumpre a lei. Porque existem Governos e Governos, mas o Estado é um só.Cabe á comunidade fazer cumprir a lei e se fortalecer no Estado de Direito e não em governos que tombam patrimônios históricos e naturais e não os protegem. O certo mesmo seria tornar o acesso à vila exclusivo para moradores e visitantes. O ritual e o túmulo do Mestre exigem área de silêncio. A vila não pode ser devassada por trânsito de nenhum tipo. Depois a comunidade pode pressionar para que as fazendas nos fundos e entorno sejam desapropriadas e se elabore e execute programas de reflorestamento. O caminho a tomar pela comunidade deve ser o inverso do Governo que prioriza rodovias para estimular vendas de automotores e manter "aquecido" o mercado das concessionárias. A comunidade pode através de diversos seguidores por toda parte trazer especialistas da UNESCO pois o Alto Santo é o nascedouro de tudo que existe em matéria de Daime, sendo uma religião transversal ao cristianismo e usos da ayuásca entre povos pré-colombianos. A práxis envolve os pólos da ação ou intervenção e o da reflexão, concomitantemente, de forma dialética. Não se pode confiar nesse governo, nas pessoas que estão nas suas fileiras, em especial, ambientalistas governistas pois é deles a autoria de textos bem escritos que não transformam nada, fazem relatórios apenas para agradar ingleses e norte-americanos, Ong's e tudo o mais dessa parafernália toda institucionalizada que não têm os pés firmados no chão. Eu vou ser para sempre amiga de Irineu Serra e tudo que ele representa, não posso servir a dois senhores.