sábado, 26 de março de 2011

SENADORES E PROFISSIONAIS DA IMPRENSA

Não me convidaram para o café da manhã servido pelos senadores petistas Jorge Viana e Aníbal Diniz aos "profissionais da imprensa" do Acre na sexta-feira (25), em Rio Branco.

Mas leio no Página 20 relato de obviedades: o encontro foi "em clima de confraternização" e os senadores reafirmaram "compromisso com os mandatos voltados para o Estado".

Jorge Viana, cujo nome é citado seis vezes apenas na coluna Poronga, declarou aos "profissionais da imprensa" que, ao contrário do que chegou a ser divulgado, não há qualquer processo contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF).

Este blog sustenta o que havia noticiado: existe no STF pedido para que o senador Jorge Viana seja investigado por suposto crime contra a Lei das Licitações. O pedido de investigação está sob sigilo.

O relator do caso é o ministro Joaquim Barbosa. Na quarta-feira (23), por exemplo, o pedido de investigação contra o senador foi enviado para avaliação do Ministério Público Federal.

Cabe ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, analisar se vai tramitar no STF ou se vai continuar com a Justiça Federal do Acre.

Um inquérito da Polícia Federal investiga indícios de direcionamento na licitação da compra do helicóptero do governo do Acre.

O senador e os "profissionais da imprensa" deveriam tratar o assunto com a devida transparência.

Clique aqui e veja com seus próprios olhos detalhes do acompanhamento processual no site do STF. Ou clique aqui, e veja no site da Justiça Federal. Aqui também tem mais.

9 comentários:

mix disse...

Acho que vc não esta lendo o que escreve, vc postou o convite... kkk

ALTINO MACHADO disse...

Max, postei o convite que recebi para participar de um seminário sobre reforma eleitoral, a partir das 16 horas. Houve outro convite, para os "profissionais da imprensa", para o tal café da manhã, onde os dois senadores concederam entrevistas. Para este não fui convidado. Entendeu? Mas compreendo: costumo fazer perguntas inconvenientes. E político gosta mesmo é de ter o ego afagado. Abs

Regina Cavalcanti disse...

Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada antes de eu nascer

Altino, essa música do Cazuza de 1988 vem bem a calhar...

Archibaldo Antunes disse...

Nessas horas é que não faço a mínima questão de ser "profissional". Também não fui cnvidado, claro, o que se cosntitui em uma enorme distinção. Me sinto honrado.

renaldo.chagas disse...

Ora Altino, voce só foi convidado para o tal debate sobre a reforma politica para passar a idéia de democracia, e que toda a chamada opinião pública foi convidada. Quanto ao tal café da manhã, você é persona non grata. AO REI TUDO MENOS A DIGNIDADE!!!!!!!!!!

Ana Paula Cameli disse...

Devo afirmar que é uma honra você Altino não ter sido chamado, pois prova que não é "farinha do mesmo saco"

eliomar m. disse...

Meu caro Altino Machado, li sua postagem sobre o debate politico promovido pelo REI JV. E é inadimissivél como os jornalistas presente, não perguntam já com a resposta acompanhada diretamete para seu JV, quam ele diz e afirma que não existe processos contra sua pessoa no STF. E isso tudo que os jornalistas tentam passar para o povo é que seu JV, e um cidadão igual água mineral ou seja"cristalina". O que não é mesmo.

Ana Paula Cameli disse...

eu li esse post novamente e veio na minha cabeça um trecho de uma musica: "Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram pra me convencer"

Andarilho disse...

rsrsrs
A polícia não iria pegar computadores a toa meus amigos.Não tem processo? Faz me rir.
Agora, os jornalistas participantes da conversa de beira de esquina, não tiveram coragem de perguntar, pq não querem deixar de escutar o tilitar da moedinhas.