segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

TIÃO VIANA LANÇA "GUERRA" CONTRA DENGUE


Médico infectologista,  o governador do Acre, Tião Viana (PT), começou a gestão dele nesta segunda-feira (3) com o lançamento de uma “operação de guerra” contra a dengue que castiga a população, principalmente em Rio Branco, a capital do Estado.

Foram notificados no Acre mais de 35 mil casos de dengue no ano passado. Na última semana de 2010 foram mais de 1,2 mil casos em Rio Branco. A infestação predial na cidade, de 6,46%, está muito acima de 1% tolerado pelo Ministério da Saúde.

Viana e o prefeito Raimundo Angelim (PT) reuniram mais 500 trabalhadores e agentes comunitários de saúde em frente ao Palácio Rio Branco, sede do governo estadual. Eles querem vencer a guerra contra o mosquito da dengue em junho e estabilizar a conquista com índices baixos da doença.

- A questão da dengue é tão grave que estamos lutando contra ela há um ano, com campanha nas ruas e não damos conta. A prefeitura não tem condições financeiras de montar uma mobilização tão grande quanto esta, nem por tanto tempo. Agora nós venceremos esta guerra - disse o prefeito Angelim.

A “Operação Guerra Contra a Dengue” do governo estadual envolve 104 equipamentos para limpeza (máquinas, tratores, caminhões), 243 profissionais para limpeza, 200 agentes de endemias, 400 agentes comunitários de saúde,  42 aplicadores de fumacê, 36 soldados do exército e 70 garis.

10 comentários:

Altemar disse...

Hora de tirar o chapéu e cobrir a caixa d'água

Andarilho disse...

Queria entender o que o 'bionico' falou naquela levantando as mãos para o céu. Até pq a Dilma já tinha despachado ele (abraçou), e já esperava o próximo a cumprimenta-la.
A presidente foi educadissima.
rsrs

Ativista d'Acre disse...

Altino,aqui Eu vou ter que 'admitir'
que o Gov Tião Viana Humaniza Ação
Preventiva!!!Ele é Médico Ético e
Elegantemente Toma a Dianteira em
Ações que Seriam de PREFEITOoooooo!
Parabéns Governador Tião Viana pela
Iniciativa Cheia de Credibilidade e
Cidadania!!!
Eu Sou,Joana D'Arc Valente Santana

Andie M disse...

Por onde andavam todos esses agentes de saúde? E os senhores gestores que deixaram que o maldito mosquito se proliferasse a tal ponto, que as notificações chegassem a alarmantes trinta e cinco mil casos?

Mario Marcelo disse...

Em tempo,
Cada um precisa fazer sua parte, senão não tem campanha que funcione.
Tem gente grande que eh pior que menino, sabe o que tem que fazer, mas espera que o vento recoloque a tampa daq caixa dagua.

Jalul disse...

Jovem Mestre,

Espero que a dengue seja debelada. Que o novo governador consiga executar todos os seus planos.
Que tenhamos um ano mais feliz.É o que espero.
Grande abraço

Fátima Almeida disse...

contudo, ambientalista até a medula, fico preocupada com esse horror de veneno que está sendo depositado nos quintais, em pleno inverno, a chuva lava, leva o veneno para os igarapés, charcos, etc..e eles não informam a fórmula, se tem efeitos colaterais, etc.. e depois, essa arrancada é típica de quem viu muito paradas militares em Brasília.. saúde é renda, saneamento. a periferia é insalubre. saúde demanda mudanças nos hábitos. Educação ambiental não se faz com batalhão de ignorantes que não sabem o que é ecologia nem biodiversidade, querem apenas ganhar um troca e sapecar veneno por toda parte. sinto muito, mas sou acreana,e o Acre é ácido mesmo.

Kennedy disse...

Altino o que você acha dessa imagem que o governo está divulgando no site agencia de notícias. Mostrando a cara da saúde antes e depois da posse do Tião Viana.

O proprio governo está mostrando a verdade que escondeu por 12 anos.

link da imagem
http://img251.imageshack.us/img251/3968/imagemfm.png


Nos 8 primeiros anos comandado pelo Jorge Viana eu sempre ouvi dizer que o Acre tinha uma saúde de 1º mundo.

Nos 4 últmos anos comandados por Binho Marques eu sempre ouvi dizer que o Acre era o melhor estado da Amazônia pra viver.

Raphael disse...

Muito barulho se faz para um serviço que não funciona! Se pelo menos a metade destes "puxas sacos" estivessem nos hospitais trabalhando talvez ajudasse a população.
caro Altino, as 23 horas do dia 04/01/2011 minha mãe que mora na BR 364 veio à cidade em busca de atendimento por suspeita de dengue. Chegando no Barral y Barral que o Governo e Prefeitura grita aos 04 ventos atendimento 24 horas de qualidade, demos com a cara no portão, os funcionários dentro do posto e negando atendimento, por favor faça uma denúncia e ajude-nos a exercer a democracia, pois a imprensa do Acre já era.

Hermerson Almeida disse...

Na verdade o modelo de atenção´a saúde estar errado. Falamos de Estratégia de saúde da familia e não praticamos, falamos de uma vigilancia em saúde integrada (sanitaria, ambiental, epidemiológica e do trabalhador), mas não praticamos. Falamos de humanização e implatamos protocolo manchester e não a verdadeira politica de humanização preconizada pelo ministério da saúde, e sem falarmos nas academias dos cursos ligados á saúde (medicina, enfermagem) o qual o ensino individualiza o coletivo. E porque só valorizar a classe médica?
Então se resume tudo em MARKETING e não práticas clínicas.