segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

MONÓCULOS

Do grego mónos (único) e do latim oculu (olho), essas lunetas eram usadas para nos ajudar na visualização de fotografias


11 comentários:

Edison Caetano disse...

Altino, parabens pelos temas que vc apresenta. Quero aproveitar a coluna e fazer um "mercham". Faço restauração de fotografias através do monoclo. Passo pro papel fotografico e a foto fica novinha. Abraços.

Edison Caetano

Andryo disse...

Que massa! eu lembro muito bem dessas 'lunetas' na casa da minha avó materna. Saudade gigante da minha vó que tá tão longe de mim...

jacque disse...

Adoro monóculos, parte substancial da historia da minha família e do Acre, meus pais tem uma coleção desses datados de quando eu era "inimaginável". Tento inutilmente roubá-los mais sempre recebo não como resposta.

Camila Baptista de Carvalho Dorna Magalhães disse...

Altinooo, que legal, lá em casa tem mtos tbm! ! ! Agora eu fiquei até com vontade de rever os velhos tempos...

Hamilton disse...

Eu sempre comprava em circos, achava muito legal.

Palazzo disse...

Olá Altino, como vai meu amigo?
Bela lembrança.
Tenho monóculos de quando eu era criança, e uns da cidade de Tarauacá que consegui preservar. Se o Edilson Caetano ver esse comentário entra no meu blog e pega meu e mail, abaixo e a direita, e entra em contato por gentileza. Fiquei interessado.
abraços a todos
Palazzo
http://tarauacanoticias.blogspot.com/

Vingador disse...

Bem,
Bons tempos eu ainda tenho uma ruma...

Ozi disse...

Eu adoro monóculos. Andrew, tb lembro de minha avó, mas a minha tá pertinho de mim, no meu coração. Camila, que privilégio o seu, ter um monte em casa. Aproveita. Eles são demais, a imagem é luminosa.

Nathalia disse...

Que Lindoo!! Na minha avó tem um monte desses... Quando eu era pequena, a maior diversão era olhar dentro dessas "televisõezinhas", e ver meus avós jovens e minha mãe criança... Saudade.

MCamarão disse...

Parafraseando o poeta Casimiro de Abreu em seu mais famoso poema Meus Oito Anos que diz: "Oh! que saudades que tenho; Da aurora
da minha vida,; Da minha infância querida; Que os anos não trazem mais! ...." Esses monóculos me fizeram viajar...Valeu Altino!

ELIANA disse...

ola pessoal, acho que esta informação é util.
Uma pena que a maioria das pessoas jogaram os monoclos fora.
Só que pra quem ainda os tiver, é possivel transforma-los em fotos de papel, basta levar a foto do fundo a uma Loja de revelação, que eles fazem uma copia de papel, o custo é maior que a de uma revelação convencional, mas acho que vale a pena