segunda-feira, 4 de outubro de 2010

PT SOFRE ABALO NAS URNAS DO ACRE

A coligação Frente Popular do Acre (FPA), liderada pelo PT, alcançou a vitória de Tião Viana para governador Acre, do irmão dele, o ex-governador Jorge Viana para uma cadeira no Senado, além de eleger 16 dos 24 deputados estaduais e cinco dos oito deputados federais.

Apesar disso, é possível concluir que a coligação de 15 partidos sofreu o maior abalo após 12 anos no comando do governo estadual e será forçada a rever seus conceitos sobre política, gestão pública e marketing após a resposta dos 470 mil eleitores do Acre.

Com 98,63% das 1.457 urnas apuradas, o médico e senador Tião Viana (PT) aparece com 50,44% dos votos válidos. O professor de matemática Tião Bocalom (PSDB) tem 49,25% e o funcionário público Antonio Gouveia (PRTB), o Tijolinho, 0,31%. O petista chegou a liderar pesquisa do Ibope com 58%, enquanto o tucano aparecia com apenas 25%.

O revés eleitoral que atinge a coligação comandada pelo PT abrange também a disputa para o Senado. O ex-prefeito de Rio Branco e ex-governador do Acre, Jorge Viana (PT), irmão de Tião, de acordo com pesquisa do Ibope, liderava a disputa com 63%. Viana está com 31,77% e não realizará seu sonho de se tornar o senador proporcionalmente mais votado do país.

Além disso, a cadeira da senadora Marina Silva (PV-AC) será ocupada pelo deputado Sérgio Petecão (PMN), que está com 30,66% dos votos. Petecão integrava a coligação FPA e chegou a presidir a Assembléia Legislativa por quatro mandatos consecutivos. A votação dele (199 mil) já é maior do que a do candidato petista a governador (169 mil).

Outro fato perturbador para a coligação FPA é que os candidatos da oposição lideram a lista dos mais votados no Estado. O candidato Márcio Bittar (PSDB) está obtendo uma votação histórica (52 mil) para os padrões locais, seguido de Flaviano Melo (PMDB), que tem 36 mil.

O fato mais desconcertante é a vitória do presidenciável José Serra (PSDB), que repete o feito de Geraldo Alckmin, e obtém no Acre mais de 50% dos votos. A acreana Marina Silva (PV) ficou empatada em 23% com Dilma Roussef (PT).

Sem comemoração

Os petistas estavam tão convencidos de uma vitória retumbante que imaginaram que haveria muita gente disposta a comemorar. Mobilizaram fogos de artifício e carros de som em frente ao Palácio Rio Branco, sede do governo estadual, e no Parque da Maternidade, a principal obra do governo estadual na capital.

O que se seguiu acompanhou a mudança de temperatura no Estado. Na véspera da eleição, o Acre estava sob temperatura de 41ºC, com 45ºC de sensação térmica. Em menos de 24 horas, uma frente fria fez baixar a temperatura para até 16ºC.

Na na noite de quarta-feira (29), o último comício da FPA, no centro de Rio Branco (AC), com a presença do candidato a governador Tião Viana (PT) e dos candidatos ao Senado Jorge Viana (PT) e Edvaldo Magalhães (PCdoB), além do governador Binho Marques (PT) e do prefeito Raimundo Angelim (PT), foi prestigiado apenas por cerca de mil pessoas.

A apuração dos votos abalou o ânimo dos petistas. Na noite deste domingo (3), em frente ao Palácio Rio Branco, a "festa da vitória" se limitava a menos de 200 pessoas. Tião Viana não esperou o resultado oficial e subiu na carroceria de um caminhão improvisado como palco.

"A matemática existe para mostrar que a pessoa tem que ter um mínimo de inteligência. Se todos os votos que têm que ser apurados forem para o outro candidato não somam mais do que os meus. Sou o vencedor", declarou o candidato.

Viana negou que o resultado das urnas seja um sinal de que a população esteja insatisfeita com 12 anos de PT no governo do Acre. Ele disse que a população aprova o projeto político da FPA quando o elege para mais quatro anos de governo.

"O fato é que enfrentamos a irresponsabilidade, as mentiras, os ataques. E respondemos com serenidade e firmeza. Acho que vamos ter que continuar exercendo a humildade política como exercemos sempre ao afirmar os melhores valores para garantir a qualidade de vida do povo acreano", disse.

O candidato do PT se acha vítima da "mentira e da irresponsabilidade de propostas completamente inconseqüentes". "Toda eleição é assim. Você tem que lutar para ganhar com as armas que tem. Nossas armas foram da simplicidade, da coerência, da lealdade. Os adversários usaram a mentira, a irresponsabilidade, e prometerem terreno na lua. Acho que eles perderam porque nós ganhamos 16 dos 24 deputados estaduais, ganhamos cinco dos oito federais e ganhamos um senador e um governador. A luta política é assim", comentou.

Na avaliação de Viana, o resultado vai ajudá-lo a fazer um governo melhor. "Até mais do que se eu ganhasse com muito mais folga de votos", assinalou. Durante a campanha eleitoral, o petista pregou exaustivamente a união do Acre.

Ele não titubeou ao ser indagado pelo Terra se a união poderia incluir a partir de agora uma aproximação com o adversário tucano Bocalom. "Não, com irresponsáveis e pessoas que nos atacaram a honra e levaram a mentira e a irresponsabilidade como método de campanha, eu não quero apoio".

7 comentários:

Lindomar disse...

Caro Altino,

Sem dúvida as urnas mostraram que os acreanos e acreanas exigem maior respeito à sua inteligência e menos arrogância dos políticos da FPA. Mudar o Horário, por exemplo, sem consulta ao povo é gesto profundo de desrespeito e arrogância por parte de quem foi eleito para representar a vontade popular. Tomara que este susto faça com que os eleitos melhorem suas administrações e cumpram, ainda que só em parte, com o que prometeram, já que têm promessas impossíveis de serem cumpridas, como calçar todas as ruas do estado.

Bom trabalho e sorte aos eleitos.

Lindomar Padilha

Maria disse...

As afirmações do candidato Tião a respeito do resultados das urnas, só mostram sua falta de humildade. Ele tá querendo dizer o que quando diz que "..Os adversários usaram a mentira, a irresponsabilidade, e prometerem terreno na lua."..?? Que grande parte do povo é burra? Que ainda votam de acordo com as falsas promessas dos candidatos?? Sinto dizer que ele está meramente enganado, o povo não vota mais em promessas,porque sabe que grande parte delas não vão ser cumpridas!!!
Então, caro Tião, não venha querer diminuir a inteligência do povo, seja mais humilde e reconheça que os números das urnas foram o resultado da INSATISFAÇÃO (principalmente dos riobranquenses), a sua corja de bons moralistas!!

Att.

Marina Maia disse...

ALERTA

Marina perdeu as eleições no Acre
porque a população a vê como
petista.
Ela apoiou os companhiros acreanos e os mesmos companheiros pediam voto para Dilma.
O Governador eleito, Dr.Tião Viana, precisa mudar sua equipe ou esses serão os últimos quatro anos do PT aqui no Acre.

Cleomilton Filho disse...

"O ex-prefeito de Rio Branco e ex-governador do Acre, Jorge Viana (PT), irmão de Tião Viana, de acordo com pesquisa do Ibope, liderava a disputa por uma cadeira com 63%. Viana está com 50,44% e não realizará seu sonho de se tornar o senador proporcionalmente mais votado do país."

Errado, Altino. Viana só teve 31,77% dos votos. "Tecnicamente" empatado com Petecão, que teve 30,9%, e não 50,44% como vc afirma. Tá muuuito longe de ser o mais votado.

Sim, Marina Maia, serão os últimos 4 anos do PT no Acre. Não é maravilhoso?

Acreucho disse...

Não sei de onde surgiu essa ideia de 50,44%, no site do TSE está explícito: 31,77% para Jorge e 30,99% para Petecão, apenas 0,79% de diferença. Esta eleição foi uma confirmação do que aconteceu na eleição para a Prefeitura de Rio Branco, onde a população já havia dado um alerta e o PT na sua arrogância fez "ouvido de mercador". Perdendo a eleição em Rio Branco por cerca de 5% a FPA pode botar as barbas de molho, o próximo prefeito da capital é da oposição e a Frente não emplaca mais um governador. Pelo menos vamos fazer toda força possível pra isso! A foto deste artigo, revela a verdadeira personalidade de Tião Viana. Venceu, agora é pau na oposição pra tentar ganhar campo novamente. Só se for pra pastar!

Fabricia disse...

Primeiramente gostaria de parabenizar o Altino pelo Blog, e reafirmar que os irmãos Viana e companhia, deveriam rever seus principios e se preocupar mais com suas posturas arrogantes e prepotentes, pois a arrogância será a destruição do PT no Acre, ou vocês não lembram o que acobteceu com Hitler Napoleão e Lucifer?

Andarilho disse...

PARABÉNS aqueles que votaram conscientes!!!
O povo estar cansado de ser tratado como gentinha. O povo quer ser reconhecido e tratado como ser humano, de carne, ossos e sentimentos.
Não é sendo arrogante, prepotentes e outros 'entes' de tratamento mesquinhos com a população.
O 'acreano' mostrou que tem FORÇA e estar mostrando que sabe colocar a força que tem na hora certa. Cansaram disso tudo que aí estar.
Acredito e espero que os dirigentes da FPA, saibam ter mais humildade, comprometimento, respeito com a população do Estado.
Não estou falando aqui de pontes e pontes sendo construídas.
Estou falando é obras que atendam realmente, de forma plena a população. São hospitais funcionando realmente. Não estou falando de reformas. Estou falando de hospitais com instalações e atendimento humanizado. Pessoas que queiram realmente trabalhar. Se não querem, vamos mudar de ramo, pq não serve para a população, para o trabalho que se almeja alcançar.
O funcionalismo estar cansado de ser destratado pelo secretários, diretores e etc, nomeados de forma política pelos governos do PT. Não são todos, mas muitos pressionaram e ameaçaram seu funcionários caso não votassem em fulano e beltrano.
O funcionalismo não é valorizado. Nas negociações, os sindicatos, são destratados, humilhados, quando se pede aquilo que é de direito dos funcionarios. Procurem saber dos sindicatos quantos processos estão na justiça, pedindo o que é de direito do funcionario que vai se aposentar ou estar perto, pedindo seu direito, que o governo nega, recorrem e recorrem, para não pagar.
Falta olhar mais os jovens, esses sim, tem um futuro pela frente.
Dar mais apoio aos projetos comunitários, ao atletas que saem daqui para representar o Acre. E só conseguem a base de ajuda financeira dos amigos.
Vamos manter mais os alunos na escolas. Oferecer mais opções de formação cultural e esportistas.
Os produtoress, nossa como escutei produtor reclamando, que não iria votar na FPA. Por vários motivos. E um deles é o enfraquecimento do pequeno produtor. São multas aplicadas por queimadas de forma injusta. Pq o fiscal não teve coragem de aplicar no grande fazendeiro, que é conhecido de beltrano e fulano. Não tem ramal em condições para escoar a produção.
Espero que o futuro governador saiba colocar gente com conhecimento técnico, mas com sentimentos de humildade para saber escutar a população. Não é escutar, é saber escutar, colocar em prática a realização desse anseio.
Vamos ter mais humildade governador.
Mesmo que o senhor tenha perdido aqui em Rio Branco, agradeça a
Deus todos os dias que o Juruá, lhe deu uns votinhos a mais, caso contrário, teria perdido a eleição por completo. Para senador idem.
A FPA fez muita coisa, mas faltou algo mais. Esse 'algo mais' tem que ser avaliado. Rever os erros. Analisar as pessoas que estão dirigindo as secretárias. Quem realmente merece estar tendo cargo de chefia ou gerente.
As grandes empresas consultam a clientela para saber como estar sua empresa perante a população. Vale a dica.
Parabéns aos eleitos. Também aqueles que não lograram exito. Pra mim ganha quem tem mais votos, isso é democracia. Esse coeficiente eleitoral ou proporcional é furada.