quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

CADERNO DA LUXÚRIA


De volta às aulas, crianças e adolescentes compram nas papelarias de Rio Branco cadernos com adesivos luxuriantes. Tem até felação. Fabricado pelo Grupo Caderbrás Bico Internacional, detentor da marca Norma, é um sucesso ignorado por promotores de justiça e juízes.

10 comentários:

Acreucho disse...

Depois de, no ano passado, o governo ter colocado uma "máquina de camisinhas" em escolas públicas, agora é a vez dos fabricantes de cadernos "sugerirem" aos adolescentes, como se isso fosse preciso, coisas como: rebeldia, sexo, falta de pudor e outras coisas configuradas nestes adesivos. Realmente, "nunca antes neste país" se viu tanta coisa errada como agora.

Priscila Costa disse...

Numa folha qualquer não se desenha mais um sol amarelo.
E com 5 ou 6 retas nem sabem mais fazer um castelo...

...

Centro Espírita Allan Kardec disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
@MarcelFla disse...

Pra início de conversa, esse é tipo de caderno universitário, tendo dito isso vamos ao que interessa, quem tem o dever prioritário de cuidar do bem estar das crianças e adolescentes (esquecendo a parte linda do ECA e da CF em que cabe a todos, sociedade governo etc)? OS PAIS! Se estes acharem um misero caderno como este ofensivo a moral dos filhos ou que este caderno venha incentiva-los a fazer sexo antes da hora cabe a eles proíbi-los de usarem e/ou comprarem um caderno do tipo, acho que temos muito mais problemas do que um simples caderno que incita Rock 'n roll e sexo!

Janu Schwab disse...

Não sabia que era errado ou imoral colocar maquina de camisinha por aí. Agora entendo porque as pessoas tem vergonha de comprar preservativos no Acre. É como se fosse o atestato de uma "infração", ao invés de ser encarado como um ato de consciência. O aumento da natalidade e dst de adolescentes é consequência desse moralismo e não do sexo em si. Eu, ein.

Mirla Regina disse...

Concordo com o Zorro e
digo mais: se as referências familiares (pai e mãe) mostram desvios continuados, por menores que sejam, em suas condutas, acabam ensinando as crianças da primeira idade a se tornarem os futuros violentos, bandidos, desviados, corruptos e tudo o mais. Tem pai que começa achando bonito o filho falar palavrão, e daí parte pra achar normal um caderno desses, e por aí vai...

E depois perguntam porque o mundo está assim hoje...

Acreucho disse...

Ao contrário do que pensa o Janu, não sou contra as máquinas de camisinhas, sou contra o local onde elas foram colocadas, o que dá a impressão para os jovens de que é permitido e lícito praticar sexo na puberdade e antes do casamento. Antes de dar camisinhas aos jovens, precisamos orientá-los a respeito da sexualidade e como ela deve ser usada e aproveitada.

Unknown disse...

Hahaha quer dizer, Acreucho que sexo só pode depois do casamento? hahahah

Árvore disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Acreucho disse...

Pelo menos pra quem acredita em Deus! Para os hereges não.