terça-feira, 29 de dezembro de 2009

DAMA-DA-NOITE


Dona Maria, minha mãe, passou o dia namorando o pé de dama-da-noite que cultiva na varanda da casa dela. Duas se abriram por volta das 22 horas.

Trata-se de espécime das angiospermas, subdivisão do reino vegetal que compreende as plantas floríferas, cujas sementes estão no pericarpo.

Essas flores se abrem somente durante a noite, uma vez a cada ano. Amanhecem murchas. É um espetáculo contemplá-las e sentir o seu olor.

Breves como nossas vidas.



3 comentários:

Clara Favilla disse...

Fotos lindas, de grande sensibilidade. O aroma dessas florezinhas chegaram até Brasília.
Presente de inicio de madrugada.
Abraços

Magui Bizzotto disse...

Maravilhosas.Na casa dos meus pais tinha uma dessa mas papai já morreu, a casa foi vendida, derrubada e um mini shopping construído no lugar.A planta? Nunca consegui arrumar uma muda.Se vc tiver uma podia mandar para mim?
Meu email: semprembs@uol.com.br

Não é impossível pq mandei uma muda de ipê amarelo para Moçambique e o pé já vai longe.Pegou total.

Feli Ano Novo pra vc e sua mãe.

Jalul disse...

PREZADO,
QUANDO TENHO MINHAS DÚVIDAS SOBRE A EXISTÊNCIA DOS HOMENS, PENSO NAS FLORES E NOS ANIMAIS...
O SER HUMANO ME PARECE INVIÁVEL...
QUE TODOS DE TUA FAMÍLIA TENHAM UMA PASSAGEM DE ANO COM SAÚDE.

em tempo: diga para o Samuel que não estou tão velha que não possa adotá-lo, nem tão nova que possa fisgá-lo.... a gente negocia até se entender.
Um beijo especial para ele.