sábado, 28 de novembro de 2009

MÉDICOS VALENTÕES FAZEM AS PAZES

Com exceção da TV Acre, do site AC 24 Horas e deste blog, os demais veículos de comunicação não tiveram coragem de noticiar a violência (leia) que envolveu dois médicos no Pronto Socorro de Rio Branco na quarta-feira, 25. Não haveria paz se o caso tivesse sido abafado como tentaram alguns. Exultante, três dias depois a coluna Poronga, do Página 20, assinada por Leonildo Rosas, nos informa:

Bom senso
Os médicos Diego Viana Neves de Paiva e Augusto Julio Muñoz Nunes, que tiveram um grave desentendimento esta semana no estacionamento do pronto-socorro e que resultou em agressão e queixa na delegacia de flagrante, fizeram as pazes ontem, em audiência de conciliação no 2º Juizado Especial Criminal - Juizados Especiais de Rio Branco.

Desculpas
Durante a audiência, mediada por uma conciliadora, os dois pediram desculpas um para o outro, reconheceram que se excederam na discussão e firmaram não só um pacto de não-agressão, mas o restabelecimento da amizade e do trabalho em conjunto no PS.

Sem rusgas
Com o bom resultado da audiência e a garantia da conciliação, o processo em que Diego Viana e Muñoz se colocavam como vítimas de agressão será extinto e o problema, resolvido. Nada melhor que a mediação e uma boa conversa para resolver conflitos.

9 comentários:

Luís Eduardo C. R. Valle disse...

A conversa deveria vir antes das agressões.
Depois, já que partiram pra agressões, pra que e por que conversar?

Vingador disse...

Bem,
Altino só aqui mesmo para alguém ler essa coluna poronga, talvez por isso foi publicado o acordo nela...

Angelo disse...

Bem... se é assim, nos resta parabenizar os médicos e a conciliadora.

Edson disse...

Luis Eduardo, sempre "valle" transigir, entendeu. O antigo brocardo expressa: "mas vale um péssimo acordo, que uma boa demanda". Errare humanus est, persevare et diabolicum...A lição com certeza será sempre lembrada, pelos dois, para em outra ocasião não irem às vias de fato, seja com quem for. Ou tu querias que começasse agora uma daquelas "vendettas", do nordeste, ou da Itália, com familias inteiras se exterminando, estribadas no falsa premissa de lavagem da honra? Aconteceu o certo e esperado de todos nós que somos humanos e sujeitos a erro.

Esperança disse...

Essa Médico veterinário não é burro não. Se não fosse assim, sabe Deus as retaliações que sofreria, nesse regime de coronéis de araque.

Acreucho disse...

Tudo está bem, quando acaba bem... Alguém duvida que o Dr. Augusto tenha sido chamado para uma "conversa" em off? E alguém é capaz de imaginar o "teor" dessa conversa? Acho que qualquer pessoa medianamente inteligente pode...

André Neri disse...

Pelo visto colocaram medo no peruano...

Silene disse...

Peru calado ganha um bocado, falando sai apanhando...

Paula disse...

Só no Acre mesmo pra eu ver essas coisas!!!

ô medo da estrela!