segunda-feira, 11 de maio de 2009

CLIMA TENSO NO TRIBUNAL DE CONTAS

Os servidores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Acre foram surpreendidos na sexta-feira com uma comunicação interna inusitada: por determinação do presidente José Augusto Araújo de Faria, o caixa eletrônico do Banco do Brasil, instalado na entrada do prédio, não deve ser utilizado no horário de expediente.

Um servidor distraído, pagando suas contas no terminal eletrônico, não percebeu a presença do presidente, que estava ávido por utilizar o equipamento. Insatisfeito por ter ficado esperando, o presidente resolveu restringir o uso do caixa eletrônico.

Há quem interprete a decisão como uma retaliação aos servidores que estão se organizando para entrar na Justiça a fim de requerer o pagamento integral da produtividade. Eles estão montando um sindicato para também requerer, entre outros pleitos, a volta da jornada de seis horas diárias.

Os servidores, após negativa do pedido administrativo, vão pleitear na Justiça o pagamento de 100% da produtividade, incluindo o retroativo. O TCE continua pagando apenas 50% da parcela variável.

- Será que essa regra também será aplicada aos assessores de conselheiros, procuradores e chefes de setores? A corte quer cercear o direto de ir e vir dos servidores, pôr medo, mantê-los quietos - disse a fonte do blog no TCE.

Nos próximos dias, será criada a Comissão de Avaliação da Produtividade, mas os critérios deverão ser tão rígidos que ninguém conseguirá atingir a cota. Além disso, os servidores também se sentem coagidos com a hipótese de instalação de catracas eletrônicas e câmeras para vigiar a movimentação deles.

Os servidores indagam:


- Diante disso, o que podemos esperar de um Tribunal que oprime por questões menores os servidores que têm por dever fiscalizar a administração orçamentária e financeira do Estado e dos Municípios? Com que autonomia essas pessoas vão apurar denúncias, fazer inspeções e auditorias?

Consultado pelo blog, o presidente José Augusto Araújo de Faria disse que a regra de acesso restrito ao caixa-eletrônico também será aplicada aos assessores de conselheiros, procuradores e chefes de setores.

- A decisão já foi realmente comunicada a todos. Quem quiser usar o caixa eletrônico que o faça durante o horário de folga, sem comprometer a jornada de trabalho. Não faz sentido um servidor permanecer diante de um caixa de auto-atendimento pagando contas pessoais durante o horário de trabalho. Não estamos tomando essa e outras medidas por retaliação. Os servidores têm o direito de se organizarem, de transformarem em sindicato a associacão deles, da qual também faço parte.

13 comentários:

Dica disse...

Altino, tem como dá uma olhada na configuração da formatação do texto do blog? A fonte tá muito pequena, fica incomodo pra ler textos grandes. ;)

Abraço

Nilton disse...

Eu sei que todo mundo está com medo de perder a cabeça numa retalhação, por isso aproveito esse espaço não para "reivindicar", mas para dizer que em Santa Rosa do Purus, Jordão, Manuel Urbano, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo não tem Banco do Brasil que foi criado no tempo de D. João IV. Quem for trabalhar nesses municípios leve o dinheiro na cueca.

Mente que mente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nilton disse...

Ainda tem uma coisa: quem for utilizar o caixa do TCE pergunte o cidadão da fila que está atrás se ele é presidente, porque parece que ele não gosta de esperar. Na verdade ninguém gosta de esperar, isso é tirar o direito de "ir e vir". Fala sério.

amo_teusorriso disse...

Eu não conheço, nem tenho condições de avaliar o trabalho do presidente do Tribunal de Contas. Mas, nessa decisão, não vejo nada demais. O que não falta no serviço público é funcionário que no lugar de trabalhar passa horas fazendo qualquer outra coisa, menos trabalhando. Horário de trabalho não é pra pagar contas pessoais no caixa eletrônico, horário de trabalho não é pra tá na internet vendo quem foi o último eliminado no big brother, horário de trabalho não é pra tá "pesquisando" o que vai acontecer na novela das 8. Está certo o presidente do órgão. E vale lembrar que os funcionário do TCE ganham muito bem...

acreucho disse...

Vamos ver se eu entendi. Já que os funcionários e assessores estão proibidos de usar o caixa eletronico no horário de expediente ele fica só para o uso da presidência?
Que há de importante em alguém dispensar alguns minutos pra pagar uma conta ou pegar um saldo?
Se não fazem cera no caixa eletronico, fazem no cafezinho, conversando na própria sala, etc.
Que coisa mais besta!

cabao disse...

Caro "amo_teusorriso" quem foi que lhe disse que no TCE paga bem... Creio que vc está totalmente equivocado, pois os servidores ganham mal para o trabalho de importancia que exercem... agora os conselheiros, assessores, procuradores... ai sim... ganham muito bem...

Luiz Matos disse...

Só uma pergunta:
Por que o presidente do tribunal PODE utilizar o caixa eletrônico no horário do expediente?

Autoritarismo é para os fracos .. Tão Acre!

Vingador disse...

Bem,
Lá vou eu meter o meu bedelho no TCE(rsrsrsrs), A decisão do Presidente acredito eu estácorreta, vem trabalhar na iniciativa privada e fica saindo pra pagar conta pra ver o que acontece.
Só que o Presidente também não pode se dar ao luxo de sair no horário de expediente pra pagar contas, neste caso o importante é que todos cumpram o seu horário de trabalho.

Leila Ferreira disse...

“Jesus acende a luz” para que as pessoas que estão falando escrevendo, pensado que o caixa vai ser de acesso somente do presidente, leia o texto não somente os comentários. no texto ta escrito:
“Consultado pelo blog, o presidente José Augusto Araújo de Faria disse que a regra de acesso restrito ao caixa-eletrônico também será aplicada aos assessores de conselheiros, procuradores e chefes de setores”.

Mauricio disse...

A medida será aplicada a "todos" os servidores exatamente como é exercido com o ponto eletrônico!!!

Roberto disse...

E então eu pergunto: concurso público pra que?!?

Karen disse...

A verdade é que não é certo pessoa nenhuma pagar contas no horario de expediente...independente de ser presidente ou uma faxineira...É importante cada um cumprir seus horarios!!!!
E lembrar ao presidente que o bom exemplo tem que vim dele!!