sexta-feira, 24 de outubro de 2008

ENQUETE SOBRE A SUCESSÃO

Józimo Martins, do jornal A Tribuna, redigiu nove notas para a coluna Bom Dia desta sexta-feira baseado em conteúdo deste blog, obtido a partir de um telefonema do governador Binho Marques (PT) para esclarecer o ponto de vista dele sobre a sucessão estadual.

A peçonha se limitou a informar que as declarações do governador foram feitas "a um jornalista local". E ainda provou desconhecer o advérbio "tampouco" quando pespegou que o governador afirmou "que não será candidato à reeleição, tão pouco (sic) pretende disputar uma vaga de senador".

Deixando a calhordagem de lado, atentem para a enquete deste blog: Qual é a melhor opção para candidato a governador do Acre pela Frente Popular? Aparecem como opções os nomes de Binho Marques, Jorge Viana, Marina Silva e Tião Viana. Para participar é necessário desabilitar o bloqueador de pop-up de seu navegador. A enquete estará disponível até a quarta-feira.

Destaco agora meu comentário tardio em relação à conversa mantida ontem com o governador Binho Marques:

No dia 2 de julho de 2005, durante entrevista a este blog sobre a Usina de Arte João Donato, perguntei ao então secretário de Educação Arnóbio Marques se ele pretendia ser candidato a sucessor do governador Jorge Viana, conforme era cogitado muito sutilmente por algumas fontes murmurantes. Ele negou de modo tão incisivo que decidi remover da entrevista aquela pergunta e a resposta.

Mais adiante, o jornalista Antonio Alves foi o primeiro a defender a candidatura de Binho. Durante uma reunião do PT acreano, em Brasília, Toinho encerrou sua argumentação assim:

- O meu candidato é Binho e ele não pode dizer não.

Binho respondeu:


- Eu digo não.

Claro que não foi uma opção pessoal, mas aceitou e se tornou governador do Acre. Para quem afirma que faz política desde os 16 anos, negar faz parte da arte.

5 comentários:

Anônimo disse...

Coisas que só acontecem no Acre, e engrandecem o Governador Binho Marques.

Domingo a noite ele e a família estavam no vôo da TAM de Brasilia para Rio Branco, como qualquer passageiro (o que já faz a diferença já que a maioria dos governadores só andam de jatinho fretado). Ao chegar em Rio Branco, o governador Binho Marques, aparentemente sem nenhum esquema de segurança, entrou num Fiat Dobló (provavelmente dele), ele mesmo dirigindo e foi embora como qualquer mortal!
Se eu não visse, não acreditaria!
E olha que cheguei ao Acre em missão de trabalho e lá estava a esperar caminhonetes novinhas para nos levar ao hotel.
Binho forever!

Anônimo disse...

Altino
O Jozimo não escreve. O Jozimo defeca. Ele vive a mendigar favores na ALEAC.
Não o compare com as cobras pois elas não merece.
O Jozimo é uma escória.

Nabucondonosor Ashmed disse...

Sem dúvida Binho Marques em termos de administração pública é o melhor governo que o Acre que já teve.Falta-lhe o carisma político do Jorge Viana ou o do Tião,porém sobra-lhe competência e seriedade.Pena que nem todos os seus secretários imitem o chefe na questão da impessoalidade (dos principios da administração pública,para mim é o principal)e da eficiência.O Binho está realmente colocando o Estado nos eixos.Como funcionário público(concursado no cargo de gestor de politicas públicas)e que já vivenciou outros governos sei do que estou falando.
Se ele desistir de ser novamente governador,convido-o para ser prefeito de Cruzeirodo Sul,nossa terra querida e bela,porém devastada por anos de incompetência na governabilidade municipal.Socorro !!!

acreucho disse...

Sinceramente, tem saído cada coisa naquela "coluninha" que deixa a gente "abestalhado", como aquela dos "miseráveis".

Anônimo disse...

O Antonio Alves é o candidato do Binho, da Marina e do Jorge Viana para Governador em 2010 e ele nao pode dizer nao! Abs NN