quarta-feira, 24 de setembro de 2008

SURVIVAL EM NOME DOS ISOLADOS

ONG arrecada verba para índios
que não usam dinheiro



A pretexto de proteger os índios isolados da fronteira Brasil-Peru, vítimas dos madeireiros peruanos que invadem e destroem suas terras, a Survival International lançou uma nova campanha mundial para obter a doação de euros para a organização e o envio de cartas ao presidente peruano Alan Garcia em apoio aos indígenas.

Survival, cuja sede funciona em Londres, não explica como o dinheiro da arrecadação será transformado em ações de proteção de etnias que vivem isoladas e se defendem das ameaças basicamente com arco e flecha.

A organização sugere doações que variam de 6 a 100 euros. Mas o contribuinte tem a opção de fazer doação mensal, trimestral e anual de valores maiores, optando por tornar-se sócio ou não.

Leia mais no Blog da Amazônia.

8 comentários:

fabio lima disse...

A cada dia que passa mais ongns surgem com essa linda retórica de preservação da floresta e garantia de direitos pra os povos indigenas. O Governo brasileiro não fiscaliza essas organizações, que pouco a pouco adentram o nosso território, talvez quando a "ficha cair" seja tarde demais!!!

vdj disse...

Pra variar, mais uma "Pseudo-ONG" querendo se valer da Floresta Amazônica pra enricar!

acreucho disse...

É o mesmo que construir uma ponte onde não tem rio.

aurora20 disse...

As ONGS são muito importantes, desde que façam seu papel sem sabotagens e desvios de verbas recebidas. Acho que não só as ONGS Internacionais instaladas no Brasil, mas também as ONGS Nacionais, devem ser apreciadas por métodos de análises financeiras e de cronogramas de serviços prestados e executados. Devendo os resultados serem demonstrados através de publicações públicas, e enviadas aos Ministérios Públicos, para que recebam seus pareceres legais. Assim a população passaria a acreditar nas ONGS.

Ana disse...

A Survival é a única organização internacional que apóia os povos indígenas de todo o mundo. O nosso apoio a povos indígenas tem vários elementos: trabalho educativo, sensibilização da opinião pública, trabalho com os mídia e de campanhas.
Não somos uma agencia de financiamento. Acreditamos que o problema fundamental dos povos indígenas não é a falta de dinheiro (existem várias agencias que financiam projetos locais, com as quais temos contatos) mas sim a falta de representação, a falta de apoio público, a violação de seus direitos e a discriminação. A opinião pública tem o poder de impedir que governos e companhias continuem a oprimir e a ameaçar a sobrevivência dos povos indígenas.
Todo o dinheiro angariado é utilizado no desenvolvimento das campanhas da Survival. Estas campanhas dirigem-se ao público em geral.
Nestas campanhas utilizamos o envio massivo de cartas, como instrumento de grande eficácia. No ano 2000, por exemplo, o governo Indiano abandonou planos de desalojar a tribo Jarawa, um povo isolado, depois de receber centenas de cartas diárias de simpatizantes da Survival de todo o mundo. Pouco depois, o governo da Sibéria Ocidental impôs uma proibição de cinco anos sobre a extração de petróleo em território dos khanty do Yugan, apos a publicação de um boletim da Survival. Contamos com muitos outros êxitos.
Levar a cabo campanhas de sensibilização fica caro. O trabalho envolve, entre outras coisas, pesquisar informação, publicar materiais, filmar e editar vídeos para colocar online, consultar comunidades indígenas e ONGs, financiar e apoiar representantes indígenas em viagens nacionais e internacionais para reunir com governos e companhias, expondo as suas reivindicações diretamente.
No caso dos povos indígenas isolados, e uma vez que não têm voz, é ainda mais importante que organizações como Survival se pronunciem para defender os seus direitos. Preparamos e produzimos materiais para a nossa campanha "Tribos Isoladas", como o DVD e entrevistas relacionadas que podem ser vistos no nosso site (http://www.survival-international.org/campaigns/uncontactedtribes) bem como a sua distribuição em dezenas de paises. Além disso, também imprimimos e enviamos boletins de Ação Urgente sobre Índios Isolados a milhares de indivíduos e organizações em todo o mundo, que não têm acesso à Internet. Todo este trabalho tem que ser financiado.
Para manter sua independência, a Survival não aceita financiamento de nenhum governo ou corporação (ao contrário de muitas ONGs). O nosso financiamento é feito essencialmente por doações individuais. É por isso que fazemos apelos de donativos publicamente.
Se algum leitor quiser receber uma cópia do nosso DVD "Tribos Isoladas" (por agora as doações tornaram possível sua reprodução em Inglês e Espanhol) e uma cópia do nosso boletim sobre os impactos dos madeireiros ilegais nos povos isolados do Peru e Brasil, por favor envie um e-mail para info@survival-international.org

Leandrius disse...

muito interessante e bacana a ideia da proteçao dos indios

no momento em que os paises defensores e financiadores dos projetos quiserem receber nossos indios terao meu total apoio

mas enquanto voces quiserem apenas atrapalhar a soberania nacional, o desenvolvimento do pais e a distribuiçao de riquezas no Brasil, terao meu repudio total

essas ongs nada mais sao do que braços dos governos que querem atrapalhar o Brasil.

Anônimo disse...

Os comentários do seu leandrius sempre cheio de preconceitos em relação aos povos indígenas.

Muito importantes os esclarecimentos prestados pela representante da Survival.

Cláudio

Cruzeirense disse...

Survival né? Defesa do Indio né? Tá bom!

Indio hoje dá mais dinheiro do que carne de boi gordo.

Tou até pensando em criar uns, tenho umas terras que não deixar mais derrubar, uns açudes cheio de traíras...

Eu acho que dá pra criar uns 50 por gleba.

Vou no BASA mais tarde ver se consigo um FNO pra custear.

Vou é ganhar dinheiro mesmo!!!