segunda-feira, 8 de setembro de 2008

DIEGO PEDE DESCULPAS AOS ACREANOS

"Altino Machado,

Estou aqui, na frente da tela, mas não sei nem como começar a demonstrar o quanto arrependido estou.

Passei a noite em claro, pensando como estes comentários maldosos que fiz iriam afetar as pessoas que conheço aqui no Acre. E elas foram pegas de surpresa, e estão profundamente magoadas.

Peço minhas mais profundas desculpas e espero que um dia essa raiva possa passar! Fernando, Yedy, Cilson, Osivan e Henrique, mil perdões.

Apesar do meu profundo arrependimento, isso não me livra da culpa que tenho e estou carregando. Não estou me fazendo de coitado, mas mostrando, de cabeça baixa, que errei e estou muito, mas muito arrependido!

Gostaria, aqui, de pedir um perdão especial ao Márcio, que mesmo lendo todos os absurdos que escrevi, não deixou de me apoiar, embora profundamente ferido.

A todo o povo do Acre venho pedir desculpas. Os acreanos têm todas as razões do mundo para me odiarem e entendo, pois a terra natal é algo muito precioso e nenhum cretino deve levantar uma palavra contra ela. Nem um "ai".

Mil desculpas a todos e prometo nunca mais falar do Acre nem de seus municípios!

Humildemente,

Diego Pimentel"

16 comentários:

dc4 disse...

Depois que a flecha é lançada, não tem volta...

Cris Moreno disse...

Admiro você, mais do que nunca, Altino.

Beijos.

Thalyta França disse...

Interessante.. legal as desculpas
mas o 1º comentário fala por mim.
Na minha opinião Diego vc VAI TARDE.

Emily Ribeiro disse...

É de lamentar profundamente que um besteirol produzido de forma amadora, leviana e sem o mínimo do mínimo de abstração possa gerar tanto fulgor, alvoroço e interesse de tanta gente mentalmente capacitada pra comentar e interessar-se por outras questões verdadeiramente mais prósperas e lapidadas. É como o Altino me contou com uma ponta de mágoa, que tinha passado o sábado inteiro escrevendo a matéria dos índios isolados que estavam rodeados por madeireiros e concessões de petróleo, e quantos comentários tem lá? Que possamos deixar essa fuxicagem bairrista e voltar a falar em cultura, artes entretenimento, é por estas coisas que a vida vale, parafraseando Nietzsche, a vida já é por si tão dura, precisamos buscar refúgio e fortalecimento nas artes e em coisas que nos tragam bem-estar físico e mental.
O que foi dito, cotinuará dito.
O que foi feito, continuará feito.
Náo precisa ser nenhum gênio pra chegar a essa conclusão e saber que, (desculpem a frase mas foi a única coisa que me veio no momento,) merda quanto mais se mexe mais fede.
Abraços Altino.

Cris Moreno disse...

Não está mais aqui quem falou.

Beijos.

Wesley Diogenes disse...

Olha só a Emily arrebentando com nobilíssimas palavras...

Belo Texto... Fica assim não Cris, isso é crítica construtiva!


:D

frank disse...

Vocês precisam ver é a discussão que gerou isso na comunidade que teve inicio isso tudo.

Brasileia Ept disse...

Ainda bem que pediu desculpa.

O Acre merece respeito os acreanos tambem

Brasileia Ept disse...

Ainda bem que pediu desculpa.

O Acre merece respeito os acreanos tambem

Brasileia Ept disse...

Ainda bem que pediu desculpa.

O Acre merece respeito os acreanos tambem

O seringueiro Voador disse...

"É como o Altino me contou com uma ponta de mágoa, que tinha passado o sábado inteiro escrevendo a matéria dos índios isolados que estavam rodeados por madeireiros e concessões de petróleo, e quantos comentários tem lá?"

é fato poucos comentários, mas é um tanto difícil comentar em assuntos que não temos pleno domínio, mas que são interessantes mesmo assim.

acho que até mesmo o grande jornalista se interessa por esse besteirol, senão por que teria três postagens dedicadas ao assunto, quase se comparando ao caso Diesel Pub.

a propósito,

se disse aqui que ela seria fechada, mas semana passada ainda recordo ter visto o facho de luz no céu nublado da friagem.

voltando ao assunto..

besteirol pode até ser, mas existe um fato inegável que é, gente brasileira gosta de besteira e novela.
Daí o sucesso do orkut, blogs e o horário nobre da tv.

Janu Schwab disse...

Joga pedra nele também, Thalyta!

=S

Rodney disse...

Palavra dita é pancada dada. PORÉM...cada um tem direito de expressar-se livremente, já que vivemos num estado democrático de direito, assegurado pela constituição federal.
Claro que, esse direito, só vai até onde começa o direito do outro e no caso em tela, talvez o Sr Diego tenha exagerado ao criticar de forma preconceituosa, os acreanos.
E todo preconceito, seja ele qual for, é muito nocivo.
Só quero ressaltar, Altino e demais leitores, que Freud explica a mobilização dos grupos numa situaçao como essa, no texto Mal estar na civilização.
Alem de uma boa leitura, serve como pilar introdutorio a obra de um dos maiores intelectuais do mundo.
Saudações!

Mapinguari disse...

Francamente, apesar da repercussão, sua opinião sobre o Acre não me importa muito e nem a muitas pessoas que conheço; uma ilegitimidade, quem é vc em termos de Acre? o que te dar essa base para falar de algo que somente conheceu superficialmente e de maneira quase desatenta. Falar é fácil, mas ter autoridade é difícil. CAIA NA REAL, PASSAMOS MUITO BEM SEM SEUS COMENTÁRIOS E SEM VC, DEUS TE LEVE PARA LONGE, E TE GUIE...SOBRE TE ODIAR, NÃO TE ODEIO, SÓ ODEIO QUEM PARA MIM SIGNIFICA ALGO, E VC, SINCERAMENTE...

Mapinguari disse...

Francamente, apesar da repercussão, sua opinião sobre o Acre não me importa muito e nem a muitas pessoas que conheço; uma ilegitimidade, quem é vc em termos de Acre? o que te dar essa base para falar de algo que somente conheceu superficialmente e de maneira quase desatenta. Falar é fácil, mas ter autoridade é difícil. CAIA NA REAL, PASSAMOS MUITO BEM SEM SEUS COMENTÁRIOS E SEM VC, DEUS TE LEVE PARA LONGE, E TE GUIE...SOBRE TE ODIAR, NÃO TE ODEIO, SÓ ODEIO QUEM PARA MIM SIGNIFICA ALGO, E VC, SINCERAMENTE...

Igor disse...

Parabéns Altino, pela postagem.
Será que pra alguns o Acre existe agora? Depois dessa eu aconselhava aos donos de comunidade com os títulos, "o acre não existe" S/A, a deletarem suas comunidades, pois viram que com Acreano não se brinca.
Mais uma vez Altino Parabéns.