segunda-feira, 30 de outubro de 2006

CUBOTOUR

Os roqueiros, que na semana passada ficaram catatônicos com minhas críticas à cena independente, agora começam a entrar nos eixos.

O jornalista Ney Hugo, da "imprensa fora do eixo" e integrante da banda Macaco Bong, de Cuiabá, escreveu sobre a polêmica gerada neste blog sobre o Festival Varadouro.

Os organizadores do festival importaram vários jornalistas especializados, como Lúcio Ribeiro, Fernando Rosa e Humberto Finatti, que, em tese, eram os únicos "autorizados" ou "credenciados" a opinar sobre o evento.

Nenhum deles fez sequer uma crítica, sobretudo porque, além de casa, comida e roupa lavada nos festivais da cena, costumam ser tratados como ídolos pelos roqueiros supostamente independentes.

Sabendo que a menor crítica nesse ambiente se transforma em nitroglicerina, cutuquei as onças com vara curta. E agora já estou sendo considerado "genial". Menos, galera, menos, pois quem quer permanecer fora de eixo sou eu.

Leiam no Cubotour - Circuito Fora do Eixo.

3 comentários:

queiros disse...

rola uma inversão de papéis, né? os "mestres" do jornalismo musical são os ídolos e as bandas ficam pra 2º plano... rsrsrs.

Barbara disse...

Como é que da política se chega à música e da música à consciência?

Interessante, interessante...

eu disse...

Como é que da música se chega à política e da política á cena independente. Sem vergonhice, sem vergonhice...