domingo, 26 de fevereiro de 2006

SAUDADES DO ACRE

Caro Altino,

várias vezes me deparei com seu blog na internet, procurando por notícias acreanas. Meu nome é Eliane Fernandes, sou antropóloga e moro há 15 anos na Alemanha. Tive o imenso prazer de visitar três vezes o Acre, uma terra pela qual sou apaixonada desde criança. Meu sonho em conhecê-la se realizou em 2004.

Mas esta terra sempre me acompanhou pela infância e adolescência, pois meu bisavô Childerico José Fernandes de Queiroz Maia saiu do Rio Grande do Norte e foi para o Yaco.

Participou e colaborou na Revolução Acreana, amou estas terras, mas retornou para o Rio Grande do Norte após a queda da borracha, falecendo em 1938 no Rio de Janeiro.

Meu avô Guttemberg nasceu em solo acreano. Desde criança tinha orgulho em dizer na escola que ele havia nascido no Acre, esta terra longínqua, mas mágica e fascinante. Cresci ouvindo histórias da floresta e de seus habitantes, de seus frutos, seus perigos e seus encantos.

Hoje, aqui em Hamburgo, no norte da Alemanha, sofro querendo retornar a esta terra e a esta gente maravilhosa, que conquistou meu coração de vez.

Faço meu doutorado na Universidade de Bremen sobre o uso da internet pelos indígenas brasileiros e sua importância. Devido a isso estive no Acre para obter informações sobre o projeto "Rede Povos da Floresta", iniciado pelo CDI (Comitê para Democratização da Informática) e que possibilitou a implantação da Internet na aldeia Nova Esperança do povo Yawanawa e na aldeia Apiwtxa do povo Ashaninka.

Graças à pesquisa pude conhecer pessoas maravilhosas e guerreiras destes dois povos indígenas e também pude conhecer o belo trabalho da Comissão Pró-Índio do Acre e seus integrantes.

O Acre foi uma experiência maravilhosa, que desde então não quero mais sentir falta! Aí deixei amigos e aprendi muitas coisas bonitas da vida. Em julho tentarei voltar por poucos dias, só para uma visita. Vamos ver se conseguirei chegar até aí.

Quero parabenizá-lo e agradecê-lo por este belo trabalho de divulgação da cultura acreana, dando vozes a todos que aí habitam.

Sempre revejo pessoas que conheci durante minha estadia no Acre em seu blog e vídeos e me sinto novamente um pouquinho mais perto de vocês.

Muitíssimo interessante os textos e o video sobre a Expedição à Foz do Breu e também muito importante os textos sobre a questão da sabedoria tradicional indígena e a proteção destes conhecimentos e a luta contra a biopirataria.

Continuarei de olho em seu blog, saudosa, segurando o coração para não explodir de tristeza.

Abraços cordiais,

Eliane Fernandes Ferreira
Hamburg - Alemanha

Nota: É por manifestações como a sua que faço diariamente esse trabalho diletante. Realmente o Acre é uma terra mágica. Costumo dizer que é positivamente estranha. Agora que sabemos da existência um do outro, sinta-se a vontade para nos falar de seu trabalho e das histórias vividas neste verde sertão. "Se é grande essa floresta, é maior a solidão". Você está muito bem na foto tirada no ano passado no Juruá, o rio que banha a cidade onde nasci. Volte logo.

2 comentários:

Honório de Medeiros disse...

Caro Altino, meu nome é Honório de Medeiros e sou parente de Childerico José Fernandes de Queiróz Maia. Explico: minha mãe é neta de uma irmã do "Guerreiro do Yaco"; seu nome é Aldeiza Fernandes de Sena Medeiros e reside em Mossoró, Rn. Conheci o avô de Eliane Fernandes ao qual ela se refere no texto que vc publicou em seu blog. Será que vc poderia conseguir o e-mail de minha parente? Sou advogado, professor universitário e moro em Natal, Rn. Meu e-mail é fhmf@digi.com.br
PS: Cheguei ao seu blog teclando o nome desse meu tio-bisavô no google. A verdade é que ando fazendo pesquisas acerca da nossa família, os Fernandes.

serly fernandes de sousa dias disse...

o meu pai francisco fernandes de sousa
era sobrinho de Childerico jose Fernandes.ELE Eera irmão da minha avô paterna FRANCISCA FERNSNDES MaiA(POR PARTE DO MARIDO)portanto meu pai era irmão da avô de Honorio(marinha fernandes).Amãe de Honório e´minha prima lgitima, por sinal é doente de alzeimer há muito anos e necessita muito de oraçoes,se puder faça algumas por ela