quinta-feira, 13 de outubro de 2011

MARTINELLO NA REDAÇÃO DA GAZETA



De Sílvio Martinello nas Gazetinhas em 14 de setembro

- A propósito, o colunista ainda está lendo, relendo e relendo e relendo aquele documento “Carta do Acre”. Por enquanto, chegou no capitalismo selvagem. (E você, Braga, não se mete, senão conto o que você fez com a freirinha).

Meu comentário: Martinello é bem informado, sobretudo por te sido frade da ordem Servos de Maria. Portanto, é melhor o cartunista confessar aos leitores o que fez com a freirinha. Ou vai preferir que o caso vire "Epístolas da Freirinha" como novo romance de autoria do nosso imortal? Anda, Braga.

9 comentários:

SILVIA disse...

quem poderia imagina que um dia o Sr Martinello iria se presta um papal desses, por isso joguei minha pesquisa no lixo!!!

joao disse...

Tudo termina em piada, até aqui blogueiro campeão. Como diria Millôr Fernendes: "rir é o melhor negócio". Sei não!

Cartunista Braga disse...

Minha religião não permite comentar sobre o assunto.

Altemar disse...

E lá no escritório do Gel tu conta?

Marcel Marques disse...

Não sendo o que fez Roberto Skylab, em sua música 'no convento das carmelitas' tá valendo.

Altemar bora pro escritório? Deu uma sede..

Cartunista Braga disse...

Lá não é um lugar muito católico pra se tratar desse assunto.

joao disse...

...ou no ateliê do Dalmir (he,he,he)

Altemar disse...

Marcel,
Tô indo

Renaldo disse...

Afinal o jornal "AGAZETA" não é mais um dos jornais da década de 1970 e 1980, O VARADOURO e a GAZETA DO ACRE. "panfletário",sou testemunha ocular destas palavras. Afinal aquele frade precisava viver.Pois hoje o tempo são outros, com estas palavras Silvio Martinello, já mostrava a que veio. Isto era o auge do governo FLAVIANO MELO, isso é a vida que segue.