segunda-feira, 10 de outubro de 2011

AUXÍLIO-ALIMENTO PARA MAGISTRADOS

O Tribunal de Justiça do Acre adiou o julgamento de um processo administrativo cujo impacto financeiro preocupa a direção do Judiciário no Estado.

A Associação dos Magistrados do Acre requer a implantação do pagamento entre R$ 630,00 e R$ 720,00 a título de auxílio-alimento para juízes e desembargadores.

O processo está na Comissão de Organização Judiciária, Regimento, Assuntos Administrativos e Legislativos e tem como relator o desembargador Samoel Evangelista.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em junho, aprovou resolução que ampliou as vantagens dos magistrados.

Juízes de todo o País passaram a receber, além do salário superior a R$ 20 mil, o auxílio-alimentação.

Podem vender e embolsar 20 dos 60 dias de férias a que têm direito anualmente e tirar licença remunerada para cursos no exterior e não remunerada para tratar de assuntos pessoais.

2 comentários:

Acreucho disse...

Sou a favor do benefício! Um sacolão! Nada mais... Que eles deverão doar para uma entidade beneficente. Onde já se viu juiz receber auxílio alimentação? Já não chega os altíssimos salários e mordomias? Auxílio alimentação é para o trabalhador de baixa remuneração. É uma vergonha os magistrados exigirem esse "benefício"!

Estou Sabendo disse...

Os juizes estão seguindo o exemplo dos politicos. Daqui a pouco vão querer verba de representação, passagens, gasolina, etc..,porque alguns já são verdadeiros politicos no mais baixo sentido.