terça-feira, 18 de outubro de 2011

31 ANOS DEPOIS


O desenho acima tem 31 anos de existência. À esquerda, o artista plástico Fernando França, ao lado dele o desenhista Branco Medeiros, autor da obra, em cima da nave, o ex-governador do Acre Binho Marques, e, no canto direito, o músico em hibernação Sílvio Margarido.

Fernando França me avisou quando publicou o desenho nesta terça-feira (18) em sua página no Facebook. Comentei lembrando que o desenho original era em preto e branco e que ficou muito bonito colorido. França explicou que Hemeterio, artista amigo dele, havia colorido. E aproveitei para elogiá-lo como "rei do baú", pois guarda fotos e até guardanapos de mesa de bar onde rabiscamos alguma coisa.

Éramos um grupo de jovens na Rio Branco dos anos 1980. Brincávamos de estudantes, mas o que gostávamos mesmo era de fazer teatro amador, pichar ou grafitar muros, participar de organizações supostamente clandestinasa, além de escrever poemas, fumar e beber todas.

Aproveitei o desenho para acrescentar o comentário seguinte:

- Já naquela época o Binho Marques estava em cima da nave. Espero que permaneça em cima da carne seca. Branco foi profético.

Binho Marques vive em Brasília e recebe pensão vitalícia desde que deixou o governo, embora na posse tenha afirmado que, até o final de 2010, término de sua gestão, o Acre seria o melhor lugar para viver na Amazônia.

Binho também mandou bem:

- O Altino está se mordendo porque não está no desenho. Ele já era encrenqueiro naquele tempo!

E eu tentei me justificar:

- Você tem razão, Binho Marques. Claro que me mordo, sinto inveja e adoraria estar no desenho, pois estivemos tantas vezes tão livres e libertários como retratado no traço do nosso brother Branco Medeiros. Mas estou acostumado a ficar de fora. Já fiquei de fora até de governos no Acre por ser "encrenqueiro", "desagregador" ou incapaz de obedecer cegamente a déspotas. Mas por causa disso não me mordo, tenha certeza. Mesmo quando os amigos se transformam em decorrência da mosca varejeira, azul e passageira do poder. De fora ou ausente daquilo que que era um sonho, posso observar com liberdade e sem qualquer hipocrisia. Avisa quando reaparecer pelo Acre. Eu sempre achei essa merda o melhor lugar do mundo para viver. Tenho provado até aqui, pois deixei pra lá as tantas oportunidades que surgiram para "sartar" fora. Caso seja didático piorar a situação, que piore. Eu vou continuar aqui. E vou continuar me divertindo do mesmo jeito que vocês se divertem no desenho acima. Dá mesmo um toque quando reaparecer por cá. Você poderia se manifestar, botar a inteligência e voz contra tanta bobagem que tem imperado. Aliás, você e nossa Marina Silva. Eu não aprendi a calar, a ficar sossegado com as injustiças. Vou continuar sendo encrequeiro até virar pó. Agora que não é mais governador, com certeza não vai temer algum questionamento ou pergunta inconveniente de minha parte. Você não temia antes, lembra? Continuo gostando mais de você como amigo do que como governador ou ex-governador. Abraços pra você e paz junto de sua família.

E este post é pra justificar minha fama de encrenqueiro.

13 comentários:

Acreucho disse...

O Binho poderia dormir sem essa!

Paulinha disse...

Gostei de sua resposta Altino. Isso é ter personalidade.

Enzo Mercurio disse...

Nessa época tinha muita visagem la pelo lado da judia, aparecia cada coisa lá.Lembro ter visto uma saci lá

Silvio Margarido disse...

Vixi...Saci? eu andava muito por lá... ja vi um ET refletido na água da Judia. E Olha que o Bostal ainda não era uma bôca.....

Enzo Mercurio disse...

Este caso aconteceu lá pelo inicio dos anos 80 .Era um churrasco e nao foi só eu que vi.De repente começou uma correria e todo mundo correu para a beira da judia e do outro lado vimos aquele ser .Disseram que era o saci , mais até hoje nao sei o que era.Me lembro muito bem da fisionomia.
As pessoas deveriam pesquisar o que aconteceu naquele dia.
Acreditem pelo menos umas 15 pessoas viram.
Eu morei ali perto.

Altemar disse...

Seu Altino, o senhor é foda mesmo.

joao disse...

A dona Marina Silva há muito que não liga para este nosso lugar - ela prefere o mundo. Ficou 12 anos do gov. Jorginho Malvadeza calada, mesmo sabendo das estripulias nada democráticas do parceiro. E continua calada, mesmo sendo, aparentemente, da oposição. Vai enganar o cão!!! o Binho é fichinha!

João Francisco disse...

Bom dia,

Estudei com voce no Colégio Acreano, 80 ou 81, sempre questionador, na época perseguido pelo Raimundo Louro ou pela inspetora Corina por ser um cara progressista, as vezes era mandado pra casa por usar um all star azul e não o tênis preto(kichute), me orgulho de ter estudo com voce. Aquele abraço.

Fátima Almeida disse...

Aliás, o Binho bancou com dinheiro público a vinda de quatro amigos dessa época, passagens, estadia, e ainda uma big festa na Tentamen - clube da belle epoque da cidade - isso porque tinham feito um juramento, com pulseirinhas nos pulsos, de se reencontrarem vinte anos depois..bom, muitos fazem isso, colegas de turma de colégio ou faculdade, mundo afora, mas,com dinheiro público? Só no Acre.

joao disse...

O ex-governandor tá lá no face dizendo agora que é amigo do Altino, que passado é passado...
Agora é fácil, né Silvio Margarido?

Cigli disse...

É de cima do muro (nesse caso, da nave) que se vê tudo. Ou não.

Pietra Dolamita disse...

Muita elegância de um encrenqueiro, amei essa Jornalista.

Júnior Shin. disse...

Inspirador!

Isso não foi uma resposta, mas, sim, uma lição.