segunda-feira, 19 de setembro de 2011

MARINA SILVA EM REUNIÃO NA ONU

A ex-senadora Marina Silva está em Nova York para participar das reuniões de trabalho do MDG Advocacy Group e do UN Private Sector Forum 2011 “Energia Sustentável para Todos”, que acontecem nesta terça-feira (20).

Desde março último, Marina Silva é a única representante da América Latina no Millennium Development Goals (MDG) Advocacy Group, organismo voltado para trabalhar juntamente com o secretário-geral da ONU Ban Ki-moon para articulação de uma vontade política e uma mobilização global para que os Objetivos do Milênio sejam realizados até 2015, em benefício dos pobres e vulneráveis.

Na reunião do MDG, que acontece na parte da manhã, será discutida a implentação de um plano de ação e elaborada uma mensagem para os líderes do Grupo G20, com o objetivo de alavancar o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio estabelecidos pela ONU. Entre as metas do Milênio estão a melhora da qualidade de vida dos habitantes do planeta, a redução substancial da pobreza, a busca de igualdade entre os gêneros e de sustentabilidade ambiental do mundo.

O grupo, criado em junho de 2010, é composto por 20 membros de diferentes nacionalidades e áreas de atuação. Entre eles estão Jeffrey Sachs (economista norte-americano da Universidade de Columbia), Muhammad Yunus (banqueiro de Bangladash premiado com o Nobel da Paz em razão de seu programa de microcrédito para redução da pobreza), Wangari Maathai (ambientalista queniana que também recebeu o Nobel da Paz) e Ted Turner (fundador de canal de notícias norte-americano CNN e um dos principais acionistas do grupo Time-Warner).

Logo depois, Marina participa do UN Private Sector Forum 2011 com a presença de mais de 300 chefes-de-estado, executivos, lideranças da sociedade civil e chefes de agências da ONU. O objetivo é discutir ações que envolvam governos, setor privado e sociedade civil no desafio global de promover a geração, a eficiência e o acesso à energia renovável e sustentável.

2 comentários:

Roberto Feres disse...

Essa notícia reforça minha crença de que Marina cumpre melhor sua missão política estando fora dos partidos e dos cargos...
Por ela, eu me sinto representado em fóruns que efetivamente nos governam.

Eduardo Carneiro - é Professor da Universidade Federal do Acre, doutorando (USP). disse...

Depois que fica "podre de rica" não pisa nem no Acre...