terça-feira, 28 de julho de 2009

DARLY ALVES


O fazendeiro Darly Alves da Silva, que cumpriu pena como mandante do assassinato do sindicalista Chico Mendes, está com carteira de identidade nova.

- Estou cumprindo pena em regime semi-aberto e não posso dar entrevista, mas o serviço aqui está muito ruim. Demorei 60 dias para tirar a carteira - disse o fazendeiro.

Darly Alves tem razão. A máquina da Secretaria de Segurança Pública que imprime as carteiras de identificação em papel da Casa da Moeda permanece quebrada.

Apenas mais um sinal da precariedade da segurança pública estadual.

3 comentários:

Luísa disse...

Será que deu tempo para o fazendeiro Darly Alves da Silva também participar da cavalgada
Ao lado do Jorge, do presidente da CUT do Acre e do padre Asfury adepto da Teoria da Libertação?
Pelas "considerações" e o rumo que
que as coisas vão nenuma "possibilidade" corre o risco de ser descartada.É isso aí!!

Anônimo disse...

Coitado do seu Darly...=/

Anônimo disse...

Realmente o apenado Darly tem razão. Fui renovar minha CI e a foto que veio nela me impossibilitou de usá-la de tão amadora e ruimem qualidade. O antigo fotógrafo Ceará dava de 100 no computador da SSP-AC. Como achei a antiga, preferi não usar a ID "nova".